Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Operação na Maré: Moradores relatam correria e tiros

Operação Policial na comunidade resulta em escolas fechadas e interdição parcial da Avenida Brasil
Foto> Reprodução

Depois de dois dias de operação, os moradores do Conjunto de Favelas da Maré começar a quinta-feira mais tranquilos. Mas no final da manhã, moradores das localidades do Morro do Timbau e Baixa do Sapateiro relataram momentos de correria enquanto tiros eram ouvidos.

Dessa vez, a operação envolveu policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) e da Delegacia de Homicídios, que estão na comunidade para investigar e realizar a perícia relacionada à morte de um policial do BOPE, baleado na segunda-feira. Outro policial militar, também ferido durante a operação de segunda-feira, continua internado em estado grave.

Segundo a reportagem do jornal RJTV da TV Globo, durante toda a manhã, a Polícia Militar (PM) patrulhou o entorno da Maré com reforço no policiamento. A operação levou à interdição da pista lateral da Avenida Brasil, onde veículos foram abordados e rondas foram realizadas.

Como resultado da situação, duas escolas municipais na área permanecem fechadas, afetando a rotina escolar e aumentando a preocupação entre os moradores da comunidade.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]