Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto financia curta-metragens de jovens da periferia com 18 mil por cada projeto selecionado 

As inscrições gratuitas seguem até às 23h59 do dia 30 de julho
Foto: Thiely Leoni/Divulgação
Foto: Thiely Leoni/Divulgação

Ter em mente uma ideia ligada ao universo audiovisual, é o primeiro passo para se inscrever na 2ª edição do “Coalizões Audiovisuais”. Com as inscrições abertas nesta segunda-feira (10), o prêmio é destinado à cineastas, roteiristas e produtores de favelas da cidade do Rio de Janeiro e Niterói, bem como da Baixada Fluminense.

Este ano, o intuito da iniciativa, que nasceu da urgência de fomentar financeiramente as produções audiovisuais periféricas, é premiar três propostas de curtas metragens, com R$18 mil reais cada, para que elas possam ser produzidas. Além do prêmio em dinheiro, o “Coalizões Audiovisuais” irá capacitar profissionais dos curtas contemplados: os integrantes das equipes  de laboratórios formativos com especialistas renomados em diversas áreas do audiovisual, como: roteiro, direção, produção, fotografia, som, montagem, pós-produção e circulação/distribuição. 

Edição de 2022. Foto: Thiely Leoni/Divulgação

Após a repercussão positiva da última edição, a idealizadora e diretora artística, Lia Bahia, destaca a importância desta continuidade. “O Programa Coalizões tem como objetivo dar visibilidade para realizadores e realizadoras de territórios periféricos através de encontros e trocas. Sabemos que estas produções são cada vez mais abundante e potente, apesar de ainda encontrar pouco espaço em festivais e nas políticas públicas. Queremos, nesta edição, estimular, valorizar e fomentar essas narrativas, imaginários e modelos de produção”, ressaltou.

Criatividade, inovação e profissionalização são palavras de ordem para esta proposta que preza por obras inéditas ou originais de ficção ou documentário com temática livre. 

Para participar é simples! A pessoa candidata deve ser maior de 18 anos, não ter dirigido, roteirizado ou produzido longa-metragem, obra seriada e/ou mais de três curtas-metragens e ser residente de favelas da cidade do Rio de Janeiro, Niterói ou da Baixada Fluminense.

As inscrições podem ser feitas por formulário simplificado até o dia 30 de julho de 2023 através do link: https://docs.google.com/forms/d/1-D7KA2T9aiI3pWZlrJiZacY2Lvzi3wqihSRDhjHO8YE/viewform?edit_requested=true

Foto: Adão Paiva

O Coalizões Audiovisuais é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e Ancar Ivanhoe por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS. Também é patrocinado pelo Ministério da Cultura, com apoio do Grupo Card através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. E é realizado pela Baluarte Cultura.

Saiba mais sobre o projeto através do instagram: 

https://www.instagram.com/coalizoesaudiovisuais/

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]