Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Dia de Cosme e Damião é celebrado nesta quarta (27) no Rio

Dia é muito conhecido pela distribuição de doces para as crianças
Foto: Reprodução

O Dia de Cosme e Damião é uma celebração de extrema importância para a cultura do Rio de Janeiro e para o Brasil como um todo. Essa data, que ocorre no dia 27 de setembro, é marcada por uma profunda devoção aos Santos Gêmeos, Cosme e Damião, que são venerados como padroeiros das crianças, dos médicos, dos farmacêuticos e, de maneira especial, dos religiosos de matriz africana.

A relevância dessa celebração está intrinsecamente ligada à herança cultural do Rio de Janeiro, que tem suas raízes na interação de diversas culturas ao longo da história, incluindo as influências africanas, indígenas e europeias. Cosme e Damião são considerados santos populares no Brasil, e sua festa é um exemplo vívido de sincretismo religioso, que combina elementos da religião católica com práticas das religiões afro-brasileiras, como o candomblé e a umbanda.

Uma das tradições mais marcantes do Dia de Cosme e Damião no Rio de Janeiro é a distribuição de saquinhos de doces para as crianças. Essa prática simboliza a generosidade dos santos, que eram conhecidos por sua dedicação à caridade e ao cuidado com os mais jovens. As pessoas preparam os saquinhos com muito carinho, incluindo doces, brinquedos e pequenos presentes, e os distribuem em comunidades, igrejas e em suas casas. É um gesto de solidariedade e amor ao próximo que ressoa na cultura carioca.

Além da distribuição de doces, as festividades do Dia de Cosme e Damião no Rio de Janeiro incluem procissões, missas e rituais religiosos que mesclam elementos do catolicismo com a espiritualidade afro-brasileira. É uma oportunidade para as comunidades se reunirem, fortalecerem laços sociais e religiosos, e celebrarem a diversidade cultural que caracteriza o Rio de Janeiro.

O Dia de Cosme e Damião desempenha um papel fundamental na cultura do Rio de Janeiro, pois representa uma síntese das influências culturais que moldaram a cidade ao longo dos séculos. É uma celebração que promove valores como generosidade, solidariedade e devoção, ao mesmo tempo em que enriquece a herança cultural e religiosa da cidade..

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]