Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Plano de Ação Popular do CPX: Projeto formativo visa aumentar participação política de mulheres do Alemão

O "Projeto Mulheres na Linha de Frente" do CPX busca promover a autonomia das mulheres do Complexo do Alemão
Foto: Lorena Barbosa / inst. Raízes em Movimento / Divulgação

Parte do Plano de Ação Popular do CPX, o “Projeto Mulheres na Linha de Frente” tem como objetivo uma cultura política entre as mulheres e meninas do Complexo do Alemão, para que elas possam exercer uma maior autonomia cotidiana em várias dimensões de suas vidas.

Entre as demandas levantadas pelas próprias moradoras, estão a formação política para que ocupem espaços de participação e construção de políticas públicas, o atendimento à saúde sexual, garantido direitos sexuais e reprodutivos delas.

O projeto é organizado pelo Instituto Raízes em Movimento e patrocinado pelo Fundo Canadá para Iniciativas Locais, em parceria com a Oca dos Curumins, Educap e MEAA.

Principais ações

  • Curso de Formação Política com ênfase em Elaboração de Políticas Públicas para Mulheres;
  • Oficina de Fotografia e Exposição fotográfica;
  • Pesquisa com dados qualitativos sobre Políticas Públicas para Mulheres no Complexo do Alemão.

Principais produções

  • Publicação de uma cartilha: Durante o curso de formação, a partir dos principais pontos levantados, teremos ao final uma cartilha informativa com dados de interesse público sobre direitos das mulheres.
  • Planejamentos e reuniões de incidências políticas: Articulação de encontros de diálogo e ação com agentes públicos do Executivo, Legislativo e Judiciário.
  • Exposição fotográfica e intervenção urbana: Ao término da oficina de fotografia, as mulheres farão uma exposição fotográfica e um trabalho com lambe-lambe no evento “Circulando”, 12 de dezembro, no CPX.
  • Publicação dos dados da pesquisa: Pesquisa e análise sobre políticas públicas para as mulheres nos 03 níveis: municipal, estadual e federal.

Para mais informações: www.raizesemmovimento.org.br

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]