Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Nesta sexta-feira, iniciativa social entrega novas cestas para as famílias da Maré

Em parceria com os jovens da Orquestra Maré do Amanhã, o Grupo Assim Saúde distribui em 16 comunidades da região

Foto: Orquestra Maré do Amanhã/Divulgação

Priorizando a continuidade na iniciativa social que visa a diminuição na insegurança alimentar nos lares do Complexo da Maré, o Grupo Assim Saúde, em parceria com os jovens da Orquestra Maré do Amanhã, realiza nesta sexta-feira (14) nova ação de distribuição de cestas básicas para as famílias da favela. A campanha, que iniciou em abril e permanece até junho, entregará novas cestas para as 16 comunidades da região, das 9h às 16h.

O fundador e maestro da Orquestra, Carlos Eduardo Prazeres, explica que cada família recebe duas cestas básicas por mês e que esse quantitativo doado pelo Assim Saúde já é capaz de ajudar mais de 7.500 pessoas da comunidade em situação de extrema vulnerabilidade e fome.

A doação faz parte da campanha lançada pelos jovens do projeto Orquestra Maré do Amanhã
Foto: Orquestra Maré do Amanhã/Divulgação

“Em cada casa da comunidade vivem cerca de sete a 10 pessoas e cada cesta tem um custo médio de R$ 200,00. A adesão do Assim Saúde à campanha têm minimizado o sofrimento e levado esperança às famílias mais necessitadas nesse momento de pandemia. Por isso, a campanha seguirá até o final de junho, a fim de ampliar a possibilidade de novas contribuições”, destaca Prazeres.

Para receber as cestas básicas, os moradores devem entrar em contato com a Orquestra Maré do Amanhã e realizar cadastro pré-agendado. A campanha segue ativa até o mês de junho.

A iniciativa também conta com colaboração coletiva de doares. Caso haja interesse em contribuir, basta acessar o site da Vakinha e realizar sua doação.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]