Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Na favela do Vidigal, moradores recebem instalações dos primeiros 27 novos contêineres de lixo

Nesta quarta-feira (19), Comlurb iniciou a distribuição em pontos estratégicos da comunidade

Foto: Parceiros do Vidiga/Divulgação

Dentro dos indicadores que apontam as melhorias nas condições de vida nas favelas cariocas, com certeza a coleta e o descarte correto de resíduos são umas das principais demandas.

Visando aperfeiçoar esse serviço essencial de reciclagem, nesta quarta-feira (19) a Comlurb iniciou as instalações dos primeiros contêineres dos 27 novos que serão instalados na favela do Vidigal, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Os depósitos de lixo, de 1200L, serão distribuídos em pontos estratégicos da comunidade.

De acordo com as informações de moradores, a coleta de resíduos na comunidade segue sendo feita diariamente no sistema de porta a porta. A concretização de um projeto solicitado por lideranças comunitárias locais revitaliza a praticidade no descarte e oferece uma reurbanização na área.

Segundo o Parceiros do Vidigal, os 27 novos contêineres estarão distribuídos em diversos pontos da Avenida Presidente João Goulart, a principal via da comunidade: três na altura do número 627, duas na altura do 773, uma na altura do 922, quatro na altura do 829, três na altura do 839, três na altura do 853, cinco junto ao muro da Vila Olímpica e seis na altura da UPP.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]