Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Grupo Pensar abre vagas para oficina gratuita de roteiro no Alemão

São 50 vagas destinadas aos moradores do Complexo do Alemão para uma oficina que pretende propor os primeiros passos para a escrita de ficção.

Foto: Divulgação /Cine Pesar

Moradores do Complexo do Alemão, que desejam aprender e se aprimorar na produção de roteiros. O Grupo Pensar Cultural está oferecendo 50 vagas para uma oficina que pretende propor os primeiros passos para a escrita de ficção. As aulas serão ministradas pelos autores e roteiristas, Teresa Dantas e Vinicius Dias, a oficina tem como premissa provocar a criatividade dos participantes ao trazer as questões: “De onde nascem as ideias para escrever um filme?” e “Como e onde buscar inspiração para contar uma história no formato audiovisual?”.

Serão 04 encontros virtuais de 1h30 cada e totalmente gratuitos, voltados, prioritariamente, para o público que não tem condições de pagar. E ao final da oficina cada participante receberá um certificado de participação disponibilizado em formato digital.

O curso tem como objetivo levar o conhecimento da linguagem e utilização dos equipamentos que fazem parte do universo audiovisual. Foto: Divulgação / Cine Pensar

As inscrições estarão disponíveis para todo o público interessado em audiovisual, literaturas e mídias digitais a partir do dia 16/02, através desse link(Clique aqui).

Grupo Pensar

O Grupo Pensar Cultural é um Ponto de Cultura da Rede Carioca de Pontos de Cultura, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, desde 2013, através do qual promove atividades culturais formativas por meio do “Curso de Audiovisual Pensar Cine” que tem como objetivo levar o conhecimento da linguagem e utilização dos equipamentos que fazem parte do universo audiovisual, com foco no público formado por adolescentes e jovens.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]