Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Crianças do Morro do Adeus citam brincadeiras que mais gostam

Esportes são as brincadeiras favoritas das crianças na favela
Foto: Rafael Costa

O Dia das Crianças está chegando e os pequenos não vem a hora de festejar mais um dia das crianças com brincadeiras, brinquedos e muitos divertimento. Já no clima da data, o Voz das Comunidades foi até o Morro do Adeus pra saber de algumas crianças o que elas mais gostam de brincar.

Nessa era onde as crianças estão dentro dos celulares, em uma rápida caminhada pelo Morro do Adeus encontramos Samuel de 8 anos, Estevão de 6, Jonathan e Matheus, ambos também de 8 anos. Entre risadas e perguntas curiosas sobre o trabalho da equipe do Voz, eles responderam o que mais gostam de brincar. “Eu gosto de futebol de sabão e de pula-pula”, respondeu Estevão, que foi rapidamente retrucado por Matheus, “Que nada. Tu só sabe de celular”. Os quatro amigos também citaram pula corda e bicicleta como brincadeiras favoritas.

Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

A mãe do Estevão, Diva Pimentel Duarte de 42 anos, falou sobre as brincadeiras que participava quando era criança. “No meu tempo tinha queimada, pipa, brincava de elástico, pulava corda…”. Ela também falou sobre como o celular afeta a criançada atualmente. “Eu deixo o meu brincar mais na rua porque hoje eles só querem saber de celular. A internet até ajuda, mas se a gente não souber filtrar, atrapalha.”

Esporte é o favorito da criançada

Jorge Araújo Silva, de 12 anos, gosta de jogar bola, soltar pipa e “lutar boxe!”, exclamou. Junto com ele, Ayla de 7 anos gosta de futebol, basquete e queimada. A Ester, de 5 aninhos, gosta de pula-pula e boneca, queimada e skate.

Ayla (esq.), Jorge e Ester contaram sobre quais brincadeiras mais gosta.
Foto: Rafael Costa / Voz das Comunidades

A pequena Yasmin Borges, de 4 anos, também respondeu à equipe do Voz. “Eu gosto de brincar de boneca, de cozinheira e penteado. Eu gosto de desenhar também, mas eu perdi a minhas canetas todas”, riu ela.

Foto: Fernanda Lima / Voz das Comunidades

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]