Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cozinha do Arrocha distribui alimentação saudável para alunos de instituições sociais no Vidigal

Rafa Antunes, de 40 anos, distribui comida saudável para as crianças, adolescentes e atletas da comunidade
(Foto: Igor Albuquerque / Voz das Comunidades)

Texto: Barbara Nascimento | Fotos: Igor Albuquerque
Material produzido para o jornal impresso do Voz das Comunidades – Edição Abril 2023

Filha de proprietários de restaurante na região serrana do Rio de Janeiro, a petropolitana Rafa Antunes, moradora do Vidigal há vinte anos, gostava de receber os amigos em casa com deliciosos pratos preparados em sua cozinha apertada. Era preciso se espremer naquele espaço minúsculo, arrochar. Foi a partir daí que surgiu o nome batizado por uma amiga baiana: Cozinha do Arrocha.

A fama de boa cozinheira se espalhou e Rafaela viu a oportunidade de empreender e conquistar autonomia para acompanhar o desenvolvimento do seu filho. Desde 2013, ela leva sua culinária para os vários eventos culturais realizados no morro.

Devido à pandemia, passou a cozinhar e distribuir refeições para pessoas em situação de rua (Foto: Igor Albuquerque)

A identificação com a alimentação solidária foi tanta que atualmente integra o Gastromotiva, organização que trabalha contra a insegurança alimentar. Através dessa iniciativa, Rafa prepara e distribui alimentos para crianças, adolescentes e atletas integrantes de projetos sociais no Vidigal. De janeiro de 2022 até março deste ano, foram entregues 20.500 refeições. 

“Meu filho fez parte de alguns projetos aqui no morro. Cozinhar para essas instituições é uma forma de retribuir e colaborar com a minha comunidade”.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]