Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Benedita da Silva (PT) lança proposta de Moeda Social Carioca no Morro do Borel

O programa Moeda Social Carioca tem o objetivo de melhorar a vida dos moradores das comunidades, é inspirado no renda básica de Maricá e está no plano de governo de Benedita da Silva.
Créditos: Vilma Ribeiro

A candidata à prefeitura do Rio de Janeiro Benedita da Silva (PT) esteve nessa segunda-feira (26) no Instituto de Cidadania Unidos da Tijuca, no Borel, para o lançamento da proposta de campanha Moeda Social Carioca, com a participação do prefeito de Maricá Fabiano Horta, candidatos a vereador, moradores e lideranças locais.

O programa Moeda Social Carioca tem o objetivo de melhorar a vida dos moradores das comunidades, é inspirado no renda básica de Maricá e está no plano de governo de Benedita da Silva.

Créditos: Vilma Ribeiro

O Moeda Social Carioca funcionaria como um gerador de renda e emprego nos locais em que for implantado da seguinte maneira: a prefeitura depositaria o valor de R$ 100,00 na conta de participantes do programa através do Banco Popular, que seria administrado por uma instituição contratada pela prefeitura. E para movimentar esse valor seria entregue um cartão carioca, que só poderia ser usado em estabelecimentos locais e credenciados. Esse valor não poderia ser sacado, apenas usado no comércio local participante do programa.

Créditos: Vilma Ribeiro

Além disso, o Moeda Social Carioca contemplaria os 250 mil beneficiários do programa Bolsa Família. O valor total seria de R$ 25 milhões por mês, sendo esse recurso seria oriundo da revisão de contratos, cobranças de dívidas, cortes de custeios e cargos de confiança, e combate à sonegação de impostos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]