Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Agentes da Comlurb deitam no chão para se proteger durante tiroteio em Manguinhos

O tiroteio aconteceu na manhã desta sexta-feira (19) os funcionários estavam em uma unidade de ensino da comunidade quando o confronto iniciou

Foto: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira (19) um intenso tiroteio na comunidade de Manguinhos, Zona Norte da cidade do Rio, fez com que funcionários da Comlurb, que estavam em uma unidade de ensino da comunidade, ficassem deitados no chão para se proteger de um tiroteio na região.

Nas imagens e vídeos que circulam nas redes sociais mostram os agentes de limpezas deitados no chão, enquanto um forte tiroteio aconteceu na comunidade. Em razão do conflito, o fluxo na Leopoldo Bulhões e outras vias no entorno do Manguinhos foi interrompido, além da suspensão da circulação de trens da Central do Brasil em direção a Gramacho, no ramal Saracuruna.

Agentes se protegendo dos tiros

Segundo a PMERJ, na manhã desta sexta-feira policiais militares da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) atuaram na Comunidade de Manguinhos. O intuito era coibir ações criminosas na região. Até o momento, não há informação de prisão ou apreensão.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]