Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Rio abre inscrições para vagas de conselheiro tutelar; prazo é até 28 de abril

Serão 190 representantes dos 19 conselhos, sendo cinco titulares e cinco suplentes para cada um dos conselhos tutelares já instalados no Rio
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Estão abertas, até 28 de abril, as inscrições para ser conselheiro tutelar no município do Rio de Janeiro. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente no Rio de Janeiro (CMDCA) irá eleger 190 representantes das 19 unidades, sendo cinco titulares e cinco suplentes para cada um dos conselhos tutelares já instalados no Rio. O salário será de R$ 4,5 mil por mês, para um mandato de quatro anos.

Como se inscrever

Para realizar o cadastro e se tornar candidato ao cargo de conselheiro tutelar, os interessados devem ir a sede do CASS da Prefeitura do Rio, na Rua Afonso Cavalcanti, nº 455, Cidade Nova, das 9h às 17h, até o dia 28 de abril.

Requisitos para inscrição:

  • Deter reconhecida idoneidade moral;
  • possuir idade superior a 21 anos;
  • estar no gozo dos direitos políticos;
  • residir no município do Rio de Janeiro;
  • ter ensino médio completo ou grau de escolaridade equivalente;
  • não ter perdido mandato de conselheiro tutelar nos últimos 8 anos;
  • ter atuação profissional de no mínimo dois anos, com criança ou adolescente, comprovada mediante documento oficial em uma das seguintes áreas:
    • a. estudos e pesquisas;
    • b. atendimento direto;
    • c. defesa;
    • e garantia de direitos.

Documentos necessários para a inscrição:

  • cédula de identidade (original e cópia);
  • título de eleitor (original e cópia);
  • comprovação de residência (original e cópia);
  • comprovação de atuação profissional ou voluntária (original e cópia);
  • certificado ou declaração de conclusão do ensino médio ou curso técnico equivalente (original e cópia);
  • certidão negativa de distribuição de feitos criminais expedidas pelos 1º, 2º, 3º e 4º ofícios de registro da comarca onde residiu o candidato nos últimos cinco anos, com validade à época da inscrição; (somente original)
  • cópia da publicação do ato de seu desligamento do conselho municipal dos direitos da criança e do adolescente – CMDCA-RIO, quando o candidato for ex-conselheiro de direito;
  • declaração de próprio punho afirmando compromisso com a sua dedicação exclusiva para o exercício da função de conselheiro tutelar (somente original);
  • relatório conclusivo das ações desenvolvidas no período do seu mandato (somente para conselheiros tutelares – original)
  • uma foto 7×5 legível e sem nenhuma manifestação política, religiosa e/ou cultural.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]