Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Professor da Vila Cruzeiro revitaliza quadra esportiva da escola em que leciona; lixeira tomava conta do espaço

Marcelo Martins, nascido e criado na região, 'encabeçou' a ação, junto a comunidade, em um dos espaços da Escola Municipal Bernardo de Vasconcelos
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Escola Municipal Bernardo de Vasconcelos, na Vila Cruzeiro, favela do Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, passou por uma revitalização que transformou uma lixeira gigante ao ar livre em uma quadra esportiva que os alunos pudessem frequentar. A ideia foi do professor Marcelo Martins, nascido e criado na região, que lecionou na unidade e é fundador do pré-vestibular “Estudando para Vender”, na mesma comunidade.

Estudando para vencer, pré-vestibular que ajuda jovens a entrar no ensino superior
Foto: Divulgação

Durante a pandemia, que iniciou em 2020, uma lixeira se instalou dentro do espaço escolar. “E isso começa a trazer grandes riscos sanitários, até porque a cozinha ficava muito próxima a lixeira e também tem o fato de aumentar a proliferação de pombos no telhado da escola, onde se encontra a caixa d’água”, explicou o professor Marcelo.

Ele conta que, no retorno das aulas, depois de um ano e meio de escolas fechadas, surgiu o desafio de acabar com a lixeira. A ação foi em conjunto com a nova direção da escola, Associação de moradores do Parque Proletário da Penha, Associação da Vila Cruzeiro e a Comlurb.

Professor Marcelo Martins na quadra da escola
Foto: Divulgação

“Depois de muita luta e com a ajuda do subsecretário de Ação Comunitária, Hércules Mendes, conseguimos que a Secretaria de Conservação fizesse a recuperação da calçada. Foram vários dias fazendo plantões ou pagando alguém para vigiar, até que conseguimos que a Comlurb colocasse um gari de plantão que veio a ajudar bastante”, comenta Marcelo. O trabalho artístico ficou por conta do pintor e também morador da região, Ângelo Campos, que revitalizou o espaço com sua arte visual.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]