Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Observatório Internacional da Juventude lança 2ª edição do Programa Jovens Negociadores pelo Clima

Iniciativa é voltada para a capacitação de jovens cariocas, a fim de prepará-los para se tornarem protagonistas das discussões climáticas
Foto: Divulgação / Acervo OIJ
Foto: Divulgação / Acervo OIJ

O Observatório Internacional da Juventude (OIJ), que desenvolve programas de impacto em favelas e periferias brasileiras, vai lançar, nesta quinta-feira (20), a 2ª edição do Programa Jovens Negociadores pelo Clima. A iniciativa é voltada para a capacitação de jovens cariocas, a fim de prepará-los para se tornarem protagonistas das discussões climáticas. O edital completo para inscrição estará disponível no dia do lançamento do programa.

Para o lançamento da segunda turma, a Secretaria Municipal de Ambiente e Clima da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o OIJ, o Instituto PerifaLab e o Climate Hub Rio convidaram especialistas e líderes climáticos. O objetivo é preparar jovens para participarem ativamente da Agenda do Clima do Brasil e da Organização das Nações Unidas (ONU).

As inscrições para o programa são gratuitas e o edital com mais informações será disponibilizado no dia do lançamento do programa. Jovens entre 18 e 29 anos, residentes em favelas e periferias do Rio de Janeiro, que tenham concluído o Ensino Médio na rede pública e estejam regularizados com suas obrigações eleitorais, de serviço militar e municipais poderão se inscrever.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]