Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Mobilização da prefeitura para vacinação contra paralisia infantil é neste sábado (07)

Mães, pais ou responsáveis devem levar as crianças para serem vacinadas e assim evitar a doença, que pode levar à paralisias musculares

Neste sábado (07) a Prefeitura do Rio está se mobilizando para a Campanha Nacional de Multivacinação contra a paralisia infantil. A campanha está sendo realizada há cerca de um mês, na primeira etapa (entre 05 e 27 de outubro) foram aplicadas somente 99.520 doses da vacina contra a Poliomielite, o que representou apenas 33% da meta de cobertura vacinal no município.   

Segundo a Prefeitura, as doses estarão disponíveis nas 237 unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde) das 8h às 12h. Devem receber a vacina contra a Poliomielite todas as crianças com idade entre 1 a 5 anos incompletos, mesmo que já tenham tomado as doses de rotina contra a doença.

Poliomielite – Também chamada de pólio ou paralisia infantil, a Poliomielite é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos. Em casos graves pode levar à paralisias musculares, em geral nos membros inferiores, ou até mesmo à morte. Por isso é muito importante que mães, pais ou responsáveis levem as crianças para serem vacinadas.

Outras vacinas também disponíveis

Mesmo após o fim da Campanha Nacional de Multivacinação, todas as 18 vacinas do calendário de imunização de crianças e adolescentes continuam sendo oferecidas nas 237 unidades da Atenção Primária do município do Rio. Crianças de zero a 15 anos devem ser levadas aos postos para colocar a caderneta de vacinação em dia.

A vacina contra o Sarampo também continua à disposição para as pessoas com idade entre 15 e 49 anos (mesmo que já tenham sido imunizadas contra a doença) e para bebês de 6 a 11 meses e 29 dias.

Mais informações sobre o Programa de Vacinação estão disponíveis no site da Secretaria Municipal de Saúde, que pode ser acessado aqui.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]