Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Gil do Vigor visita Complexo do Alemão nesta quinta-feira (27)

O ex-BBB e economista conheceu projetos sociais e distribuiu sorrisos e abraços para seus fãs
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Brasiiil! O ex-BBB e economista Gil Nogueira, mais conhecido como Gil do Vigor, visitou, na manhã desta quinta-feira (27), o Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Apenas um dia após Domitila Barros e Fred Nicácio pararem tudo na comunidade, o pernambucano não ficou de fora e conheceu a sede do Voz das Comunidades; em seguida, partiu para os projetos sociais do território.

Vale ressaltar que o interesse partiu do próprio Gil, que enviou uma mensagem ao Rene Silva dizendo que também queria conhecer o CPX. “Quando eu vi que a Domi e o Fred estavam aqui, eu falei: quero também! Já me meti, né? Que eu sou dessas; se o povo está indo eu digo: opa eu vou também viu, gente? Eu não faço cerimônia não, viu?” Aí ela falou vamos vamos eu falei vamos então estamos aqui.”, brincou ele.

“Eu sempre tive essa esse carinho, esse amor, sabe? É o nosso povo, é a nossa gente. Quando eu vi essa oportunidade, por mais que fosse um período curtinho, eu queria muito! O Rene é um querido que eu sempre vejo todo o projeto, os meus olhos brilham por ver o trabalho de todos vocês”, disse Gil.

A primeira parada foi no Projeto Vidançar, berço de diversas bailarinas talentosas do Alemão. “Acreditem muito no sonho de vocês”, disse em discurso Gil, que desabou a chorar de emoção ao relembrar que sua vida começou assim.

Vanessa Ferreira é voluntária no administrativo projeto há 4 anos e contou que, durante a pandemia, fizeram uma entrevista online com Gil para o programa “Tá Lascado”, quadro do programa da Ana Maria Braga. “Eu tô emocionado de ele estar aqui, porque a gente realmente amou ele virtualmente! Então, a vontade de conhecer pessoalmente só aumentou… Me deu até frio na barriga de emoção!”, disse Vanessa, que tirou foto com ele, ao lado de sua filha, que viralizou recentemente como Barbie Negra do Alemão.

Vanessa, sua filha Anne Beatriz, e Gil
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

A segunda e última parada foi no Coletivo Papo Reto, fundado por Raull Santiago, que auxilia famílias do Alemão no que tange os direitos humanos. Lá, além dos integrantes do coletivo, Gil conheceu a Rafaela, que fundou NEEM, projeto que auxilia crianças autistas e facilita o acesso ao tratamento à base de Cannabis. Ele ficou maravilhado e ressaltou a importância de pautar o assunto com mais naturalidade.

Rafaela e Gil
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Durante conversa com integrantes do Papo Reto, ele pontuou: “Somos pessoas que, só por existirmos, somos julgados”. E foi um momento de partilhas de histórias e dores pessoais, em vivências que passam pela temática social e racial, e gerou muita emoção e também lágrimas.

Raull Santiago, do Coletivo Papo Reto, ressaltou a importância de uma figura como Gil, que gera tanta identificação com moradores e, principalmente, o povo nordestino que integra grande parte da população favelada.

Da direita para a esquerda: Camila Moradia, Gil do Vigor, Rene Silva e Raull Santiago
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

“Desde o aparecimento do Gil na televisão, da presença marcante e a forma como eles se expressam para a sociedade como um todo, a gente se reconheceu nele. É importante quando ele vem aqui na nossa favela, quando ele visita os nossos projetos, quando as pessoas veem que é possível, aquela pessoa que veio de onde veio a maioria dos nossos familiares (do norte, do nordeste do país). Ele, que ficou hiper famoso e mesmo assim tá aqui no nosso morro, trocando uma ideia sobre as nossas iniciativas, se conectando com o que a gente faz… Isso é transformador, é inspirador! Eu acho que renova todo mundo que tá participando disso”, explicou Raull.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]