Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Em evento no Alemão, Eduardo Paes garante que cumprirá promessas com a comunidade

Durante agenda com o vereador Luciano Medeiros e o secretário Pedro Paulo, o prefeito do Rio de Janeiro confirmou que há dinheiro em caixa para concluir todas promessas e reivindicações da população
Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades
Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades

Para os moradores e lideranças comunitárias das comunidades do Complexo do Alemão, que ainda aguardam as promessas realizadas para as favelas na última eleição à nível municipal, o início da tarde deste sábado (29) possibilitou a abertura de diálogo e de cobranças diretas com a Prefeitura do Rio de Janeiro.

Em uma agenda marcada com o vereador Luciano Medeiros (PL) na Vila Olímpica do Alemão, o prefeito Eduardo Paes (PSD) e o secretário Pedro Paulo (DEM) escutaram as demandas da população local, que reivindicou ações essenciais no território. Entre elas, a garantia da continuidade de processos e projetos que estão parados ou sem perspectiva de conclusão, como a urbanização através do programa Favela Bairro, a garantia e a entrega das moradias, a construção da Casa da Juventude e da Mulher, o avanço do projeto Parque Inhaúma, a instalação de um ponto de castração, a reforma e a modernização do Posto de Saúde Del Castilho e outras.

Neste encontro com a comunidade, Paes declarou o seu compromisso com as reivindicações dos moradores, explicando que o período atual da Prefeitura do Rio de Janeiro permite o investimento em ações e programas direcionadas para a comunidade. Segundo o prefeito, caso as obras e os projetos não prossigam os motivos não são mais relacionados ao dinheiro, mas sim, à incompetência do poder público.

“Eu sei que falar sobre a gestão passada não é algo que tem que ser feito a todo instante, mas, infelizmente, a administração anterior não possuía capacidade técnica suficiente e complicou a condição financeira da cidade. Agora, com o trabalho realizado pelo secretário Pedro Paulo, a prefeitura possui capacidade de investir, está de pé, e estamos focando na nossa capacidade de reação e de fazer”, comenta o prefeito.

Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades
O evento contou com a presença de moradores, lideranças comunitárias e projetos sociais.
Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades

Ainda nesta perspectiva de disponibilidade financeira, Paes solicitou, durante o encontro, a permissão do secretário Pedro Paulo para autorizar as obras da Vila Olímpica do Alemão, orçada em torno de 650 mil reais, e da urbanização do Complexo do Alemão que, segundo o prefeito, contará com a volta do Programa Asfalto Liso. Ambos procedimentos foram autorizados.

Além destes pontos discutidos, a equipe de reportagem do Voz das Comunidades questionou o prefeito Eduardo Paes e o secretário Pedro Paulo sobre a reabertura da Nave do Conhecimento de Nova Brasília, um dos compromissos firmados como prioridade durante a campanha e da aproximação com a comunidade do Alemão.

De acordo com Paes, o orçamento e o retorno já estão autorizados desde o ano passado. Porém, mesmo com essa liberação do gestor municipal, as portas e o acesso ao conhecimento continuam fechados na comunidade.

Por sugestão do prefeito, a reportagem questionou o secretário Pedro Paulo sobre essa condição. Segundo ele, há um cronograma de reabertura destes espaços, mas que não soube informar quando a comunidade, que ambos marcaram presença na tarde deste sábado, será beneficiada ou priorizada.

“De cabeça, eu não sei definir a data que haverá a reabertura da Nave do Conhecimento de Nova Brasília. Mas, realmente, já estamos com a autorização e o financiamento”, definiu o secretário da Fazenda e Planejamento do Município do Rio de Janeiro.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]