Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cannabis Medicinal: Projeto que acolhe famílias atípicas de favela faz vakinha para iniciar atendimento presencial

Neem acolhe cerca de 300 mães de crianças diagnosticadas com transtornos neurológicos e síndromes raras em favelas cariocas
Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades
Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades

Um projeto que acolhe cerca de 300 mães de crianças diagnosticadas com transtornos neurológicos e síndromes raras, em favelas cariocas. Este é o Núcleo de Estimulação Estrela de Maria (Neem), que a todo momento quebra paradigmas e luta contra o preconceito e a desinformação fazendo o uso de medicamentos à base de cannabis. Agora, elas estão com planos de iniciar o atendimento presencial e, para isso, abriram uma vakinha online.  

Coordenado pela ativista Rafaela França, do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, o Neem agora tem sua sede própria, que precisa ser equipada para que mais famílias possam ser atendidas. E, com isso, possam receber de forma gratuita seu tratamento com medicamentos de cannabis e todo o suporte que o projeto dá. Rafaela descobriu que sua filha Maria era uma criança autista quando ela tinha apenas 3 anos.

O Neem atende, hoje, 65 favelas cariocas. “E, se a gente for abranger mais, chegaria ao número de 71 favelas no estado”, pontua Rafaela. Para além do acesso ao medicamento, o Neem trabalha com promoção de saúde, acesso a direitos e empreendedorismo feminino de mães típicas e atípicas.

“O objetivo da vakinha é mobiliar a sede do Neem para iniciarmos os atendimentos presenciais. Por enquanto, nós estamos atendendo de forma online”, explica a coordenadora.

Nessa casa, que é localizada dentro da favela, há 3 quartos, 2 banheiros, 1 varanda, quintal e cozinha. O espaço está vazio e precisa ser equipado para a seguinte configuração:

  • sala para atividades terapêuticas das crianças atípicas
  • sala de acolhimento das famílias/escritório
  • cozinha equipada para produção de refeições
  • banheiros preparados para cuidados gerais das crianças e colaboradores
  • varanda para eventos na comunidade e geração de renda do NEEM
  • sala para cursos de geração de renda para as mães atípicas e comunidade em geral

Como doar

Para doar qualquer quantia para o Neem, basta acessar o link da vakinha: (https://www.kickante.com.br/vaquinha-online/nova-sede-do-neem-no-complexo-do-alemao)

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]