Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

CEO da ONG Casa Favela é um dos convidados da Feira do Empreendedor do Sebrae Rio

O evento acontecerá entre os dias 9 e 11 de Novembro na Cidade Nova
Foto: Divulgação

A Feira do Empreendedor do Sebrae Rio é um evento anual que visa promover o empreendedorismo, fornecer recursos e orientações voltado para pessoas de comunidades. Este ano, já contabiliza mais de 32 mil inscrições, e a expectativa é de que esse número continue crescendo. 

Com palestras, workshops e estandes de expositores, a feira é uma oportunidade única para networking e aprendizado. Foram confirmadas mais de 300 palestras e, uma delas, aconteceu no Estande Sebrae Play com a participação de Rennan Leta, fundador e CEO da Casa Favela, jornalista e influenciador.

Nascido na Comunidade Mata Machado, no Alto da Boa Vista, Rennan vai explicar como o seu trabalho nas redes sociais é importante para a vida dos moradores das favelas “”Hoje é preciso pensar nas redes como um negócio, mas também como empreendedor social, gestor de uma ONG que trabalha com milhares de pessoas nas comunidades. Estou com uma expectativa muito grande para contar como transformei a influência das redes em ações e transformações nas comunidades”, concluiu.

A Casa Favela é um espaço de integração social que proporciona acesso à tecnologia, cultura, educação antirracista e sustentabilidade, transformando vidas na juventude das favelas do Rio de Janeiro.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]