Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Primeiro edital voltado à Capoeira oferece 100 vagas e premiação de R$ 1,5 milhão

Inscrições abriram na última segunda-feira, dia 8 de julho
(Foto: Igor Albuquerque / Voz das Comunidades)

Dia 5 de julho celebra-se o Dia Mundial da Capoeira. E, neste ano, mestres e mestras dessa tradição centenária afro-brasileira têm um motivo para comemorar. A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa lançou, na última sexta-feira, o edital de credenciamento “Iê Meu Mestre”, com cem vagas e premiação total de R$ 1,5 milhão. Esta é a primeira chamada pública voltada especificamente para o segmento na história do estado do Rio de Janeiro. As inscrições abriram na segunda-feira (8/7), às 18h, na plataforma Desenvolve Cultura.

“Estamos atentos às demandas da população e foi através do processo de escuta que desenhamos este edital. A Roda de Capoeira e o Ofício de Mestra e Mestre de Capoeira são bens culturais de todos os cidadãos brasileiros, incluindo os que habitam os 92 municípios do Rio de Janeiro, e nós, enquanto poder público, devemos cumprir com o papel de garantir que tais bens sejam salvaguardados”, ressalta a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa, Danielle Barros.

O edital é voltado apenas a Mestres e Mestras de Capoeira, com idade igual ou superior a 50 anos completos na data de inscrição da proposta, e vai garantir premiações de R$ 15 mil. O planejamento de políticas públicas para o segmento foi possível a partir do Cadastro Fluminense da Capoeira, realizado neste ano pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), com o objetivo de mapear informações sobre a prática da capoeira e o ofício dos Mestres e Mestras no estado.

“Nessa fase do cadastro, 350 capoeiristas cumpriram com todos os requisitos, ou seja, além de preencherem o formulário, enviaram a documentação comprovatória demonstrando as suas formações e atuações. Foi um grande esforço organizar todos esses documentos que, agora, estão arquivados formando uma base de informações sólida. Além do mais, com os dados poderemos pensar em outras ações, como um mapeamento mais profundo, por exemplo”, explica Ana Cristina Carvalho, diretora do Inepac.

No ato da inscrição, serão aceitas propostas voltadas para o desenvolvimento de ações que promovam a manutenção, a produção artística, a difusão de conhecimento e a salvaguarda do patrimônio cultural, com atuação comprovada no Estado do Rio de Janeiro e cadastrada pelo Inepac como Mestre ou Mestra de Capoeira. O formato pode ser em roda de conversa, roda de capoeira, encontro de grupos, oficinas de capoeira e oficinas de instrumentos ou musicalidade ligados ao segmento.

‌O período de inscrição no edital vai do dia 08/07 até as 18h do dia 07/08. Para se inscrever é só acessar ESTE LINK e para mais informações acesse o EDITAL AQUI.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]