Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Oruam é indicado ao Bet Awards 2024 na categoria ‘Melhor Novo Artista Internacional’

Além do trapper, os artistas BK, Duquesa e Karol Conká também foram nomeados
Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

Mauro Davi dos Santos Nepomuceno, mais conhecido como Oruam, foi indicado ao Bet Awards 2024, premiação internacional que celebra astros e atletas negros na música, cultura e esporte. O jovem de 22 anos está concorrendo na categoria ‘Melhor Novo Artista Internacional’, ao lado da baiana Duquesa e artistas da Inglaterra, França, Nigéria e África do Sul. O carioca BK e a paranaense Karol Conká também foram nomeados, mas na categoria ‘Melhor Artista Internacional’. Atualmente, Oruam é o trapper brasileiro com mais ouvintes mensais no Spotify, alcançando a marca de 11,4 milhões.

No Twitter, o artista parecia não entender o que estava acontecendo, e certamente viralizou. Compartilhou uma publicação em que anunciava ele e a Duquesa como nomeados à premiação, e disse: “Sei nem o que é isso mas tá bom”, seguido quatro de corações. Nos stories do Instagram, agradeceu aos seus fãs.

O artista ganhou visibilidade em 2021 quando ainda era do Distrito 23 e lançou ‘Invejoso’, junto de Chefin, Raffé e Jhowzin. Quem não sabe cantar pelo menos o trecho “invejoso sai do meu pé / uh, sai pra lá” não viveu nesse mundo. No ano seguinte, já contratado pela Mainstreet Records, jogou ‘Terra Prometida’ na pista e quem até quem não era cristão gritava a plenos pulmões “os que confiam no senhor são como os montes de Sião”. De lá para cá, ‘Maurin’ nunca mais saiu da boca do povo e nem dos line-ups: só neste ano, esteve presente no Lollapalooza Brasil e no New Gang Festival, em Portugal.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]