Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Estão abertas inscrições para o curso gratuito de confeitaria para mulheres do Complexo do Alemão; saiba mais

O curso é gratuito, com certificado federal e material incluso
Imagem: Pixabay

Água na boca e dinheiro no bolso. Quem resiste a um docinho? A renda de muitas pessoas são feitas por meio da venda de bolos, tortas e diferentes quitutes, não é? Então se liga na oportunidade! Estão abertas às inscrições para o curso técnico profissional de confeitaria do MULHERES MIL (certificado federal do PRONATEC)

Com duração de 200h, serão ofertadas 25 vagas para mulheres moradoras do CPX ou redondezas. Podem se candidatar mulheres a partir de 16 anos. Para se inscrever, é necessário ter o ensino fundamental completo, atual 9º ano. As aulas serão realizadas de segunda a quinta-feira, de 8h às 13h, na Escola Quilombista Dandara de Palmares, localizada na rua Sebastião de Carvalho, nº 36, Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro.

O curso é gratuito. Além dos materiais para o curso serem disponibilizados na faixa, também será oferecida uma ajuda de custo de 266 reais durante os 3 meses de formação (agosto, setembro e outubro de 2024).

As inscrições vão até o dia 10 de julho e podem ser feitas no formulário https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdX1BxvZ4bEdLEv_CsFbju-mJVyz3nMglTEihbRaMV0Q-UxtA/viewform

Projeto Mulheres Mil

“Mulheres Mil é um projeto proposto pelo IFRJ, apoiado pelo Colégio Pedro II, e que nos propôs ser um dos locais para a aplicação do Mulheres Mil. Nós pesquisamos junto com as mulheres que são mães da nossa escola [Escola Quilombista Dandara de Palmares] e fizemos uma pesquisa de formulário quais os cursos ideais, os cursos que elas queriam de formação profissionalizantes. Elas possam estudar autonomamente em suas casas, elas escolheram em sua maioria confeitaria”, afirma Carol Lucena, de 36 anos, professora da Escola Quilombista Dandara de Palmares.

Arte: Reprodução

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]