Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Conheça o Mirante da Penha, espaço que oferece lazer e atividades culturais na comunidade

O bar funciona desde dezembro de 2019 e é elogiado pela vista privilegiada da região
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

O que identifica muito a vibe carioca é tomar uma cerveja gelada em um churrasco com amigos, família e muita música, não é?! E que tal somar isso tudo com uma vista privilegiada da região? Essa é a proposta do Mirante da Penha. Localizado no Complexo da Penha, na Zona Norte, o espaço é um bar muito atrativo. Para quem chega ao local, fica na dúvida do que chama mais a atenção: se é a piscina destacada pelo azul, o bar ou a grande vista panorâmica. 

Espaço Mirante da Penha
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Taiguara Silva, 37 anos, é gestor no Mirante. Ele conta que a criação do lugar foi a partir de conversas com amigos. “Apenas tivemos a ideia de ter algo diferente para nossa comunidade”. Ele relata que o local funciona desde dezembro de 2019 e oferece atividades culturais para crianças. “Temos o projeto Cine Mirante que acontece uma vez por mês. A gente busca promover entretenimento e cultura na comunidade”. O empreendedor também fala sobre dar oportunidade para novos talentos da música na favela. “Estamos fornecendo o espaço pra galera do trap chegar e tornar o movimento mais forte”.

Quanto ao futuro, fala sobre projetos que estão em estudo. “Temos projetos que não saíram do papel. Vamos buscar novidades como aulas de percussão e reforço escolar”.
Foto: Arquivo / Taiguara

Para Érica Onofre, 27 anos, trabalhar no Mirante da Penha é uma realização. Ela atua no atendimento no local e também ajuda na gerência quando necessário. Além do ambiente acolhedor, o local é próximo da sua casa. “A administração é muito boa, eles são bem legais. E o lugar aqui é ótimo. Está sendo uma realização para mim”.

Érica no Mirante
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

No dia da reportagem, um grupo de amigos estava aproveitando o local. Todos comerciantes, eles se organizam para ir toda a segunda-feira no Mirante da Penha, dia em que todos estão de folga. Wellington Costa, 42 anos, elogia o local como uma grande oportunidade. “Eu adoro ficar aqui. É muito bom. Normalmente eu trago a família toda. Só não deu hoje porque as crianças estão na escola”.

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Aproveitando as terças-feiras abertas o movimento trap promovida pela Mirante da Penha, Gabriel Queiroz, 19 anos, ensaia. Conhecido como Da Merê, frequenta o local tanto para cantar como também para o lazer. Nesse dia, aproveitava o dia quente e ensolarado com os amigos. “Toda a terça-feira a gente vem pra cá pra fazer o ensaio aberto pra rapaziada. Mas aqui é sem palavras. Você vem, toma sua cerveja, uma água. É bom pra trazer as crianças. É bom demais! É exatamente a vibe carioca”.

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

O local abre todos os dias e oferece opções de bebidas e petiscos. Agraciado com uma vista impressionante, o local é uma ótima opção de lazer para moradores e interessados em conhecer o que a vista tem a oferecer.

O Mirante da Penha está localizado na Rua Merendiba, número 62, Penha.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]