Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Marielle Franco: legado e memória são celebrados pela família em lançamento de fotobiografia da vereadora

Livro reúne fotos inéditas da Marielle Franco. Evento de lançamento aconteceu no Conjunto de Favelas da Maré e contou com a presença da família, amigos e ministra Anielle Franco
Foto: Karina Donaria / Instituto Marielle Franco

Marielle Franco, vereadora, mãe, preta, vinda do Conjunto de Favelas da Maré, completaria 44 anos na última quinta-feira, no dia 27 de julho. O assassinato da vereadora, ocorrido no dia 14 de março de 2018, é uma ferida aberta na história política do Rio de Janeiro. Mas o dia 27 de julho não. O seu aniversário, conforme disse Dona Marinete, mãe de Marielle, é um “momento de celebração”. E com foi o lançamento da fotobiografia de Marielle que a família festejou a data da vereadora.

A data de aniversário de Marielle Franco foi repleto de atividades. De manhã, na Igreja Nossa Senhora do Parto houve uma missa em homenagem à ela. Pouco depois, na Praça Mario Lago, família, amigos e seguidores deixaram flores em sua estátua. O lançamento da fotobiografia aconteceu no final da noite, no Conjunto de Favelas da Maré.

Em coletiva, a família falou sobre o quanto é representativo o lançamento da fotobiografia no aniversário de Marielle de como o legado da vereadora, através o álbum, se expande ainda mais para realidades do Rio de Janeiro e do mundo. “Hoje é um dia especial. É um dia que eu pari a menina. E esse é um álbum de fotos inéditas que a gente nem imaginava que ficasse assim. É um trabalho maravilhoso. A gente não imaginava que ia ficar assim. É um outro momento, é vida. É dentro desse contexto de celebrar e guardar para repassar o legado de Marielle e Anderson.”

Também questionada, a resposta da vereadora do muncípio do Rio de Janeiro, Monica Benicio, trouxe uma ênfase tanto parlamentar quanto emocional. Como antiga companheira de Marielle Franco, Monica carrega o legado da vereadora assassinada, lutando contra um Estado que não leva políticas públicas efeitvas para a favela. “Marielle foi uma parlamentar, sobretudo a favor dos direitos humanos, cobrando por uma sociedade mais justa e mais igualitária e lutava pelo fim do genocídio da nossa juventude negra, em sua maioria, é favela e periférica. Mas seguiremos lutando por memória verdade e justiça. E sobretudo, essa família que aqui está, entende a importância de lutar pela memória da Marielle porque isso é lutar pelo direito de todos e todas desse país.”

O Instituto Marielle Franco atua na preservação da memória da vereadora. Na visão de Lígia Batista, diretora executiva da instituição, trazer a reflexão através da fotobiografia do livro com momentos registrados de Marielle é uma oportunidade de deixar um legado permanente na vida das pessoas que emergem no mundo como sementes da vereadora. “Quando o Instituto Marielle Franco organiza essa obra, com a colaboração do mandato da vereadora Monica Benicio e a participação da família, existe a intenção de deixar um legado permanente pras próximas gerações, o que é fundamental. […] Falar sobre memória, recordar o legado e poder deixar essa memória para as próximas gerações de ativistas como eu, é importante. Importante para que a gente siga com essa luta viva e mobilizada”.

Depois da coletiva de imprensa, os veículos comunitários Voz das Comunidades e Maré de Notícias tiveram acesso exclusivo à família. A irreverência de Seu Antônio Neto, pai de Marielle, dialogou muito com o momento de celebração de aniversário da filha. Ele relembrou os momentos de Marielle quando criança e, emocionado, agradeceu às novas gerações por manterem vivo o legado dela. “Quando ela chegou, foi aquele momento de responsabilidade. Primeira filha. Morando numa comunidade. Mas graças a Deus, através da nossa força, que ela nos passava, nos fez mais fortes. Porque tudo que fazíamos era em prol de Marielle. E hoje com essa biografia, revendo essas fotos, pra nós é muito gratificante. É muito acolhedor. É um misto de muita alegria rever as fotos dela. É rever e relembrar aquele sorriso da Marielle que era o cartão de visita dela”.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco também esteve presente no evento do lançamento da fotobiografia de Marielle. Em discurso, Anielle agradeceu o público presente e contou sobre o dia com muitas homenagens à irmã, relembrando memórias e o enfrentamento à violência política. “Sempre me pergunto de como seria anos atrás. Não tem sido 5 anos e 4 meses fáceis de achar respostar para duas perguntas: Quem matou e quem mandou matar?” Emocionada, a ministra expressou a gratidão ao público e pediu. “Nunca deixem de lembrar da memória de Marielle.

No final, a voz de Luyara Franco, filha de Marielle, foi reproduzina nas caixas de som do evento. “Seguiremos juntas”.

Relembre no Voz: Ex-deputada Monica Francisco relembra a memória de Marielle Franco e seu legado para as favelas

A Fotobiografia Marielle Franco

O álbum contém fotos inéditas de Marielle Franco durante sua trajetória política. São 80 registros icônicos distribuídos em 192 páginas, retratados por diferentes fotógrafos que puderam eternizar momentos da vereadora que se tornou um símbolo de luta e resistencia.

O livro também conta com depoimentos, textos e entrevistas. A fotobiografia Marielle Franco pode ser adquirida na plataforma Amazon.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]