Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Com estoques zerados e sede sem luz, Instituto Movimento & Vida cria campanha de arrecadação para começar atividades

Campanha de arrecadação é para retomada das atividades em 2024
Foto: Reprodução

O Instituto Movimento & Vida, dedicado é uma organização dedicada à promover a autonomia, o resgate da dignidade e autoestima às pessoas com deficiências múltiplas por sequelas da violência local, sequelas oncológicas, sequelas da Covid-19. Com atuação no Complexo do Alemão, Complexo da Penha e adjacências.

O local se prepara para retomar suas atividades em 2024, mas enfrenta desafios significativos. Após um ano de intensos atendimentos em 2023, o estoque de materiais de limpeza, higiene e equipamentos de proteção individual (EPIs) encontra-se zerado. Além disso, a sede do projeto, que também serve como local de atendimento aos pacientes, está sem luz devido a problemas na rede elétrica.

A instituição apela à solidariedade da comunidade para superar essas dificuldades. As doações de materiais como cloro, desinfetante, sabão em pó, papel higiênico, luvas, entre outros, são fundamentais para garantir o bom funcionamento do Instituto.

Os interessados em contribuir podem entrar em contato pelos telefones (21) 3253-9521 e 2270-1082 ou pelo e-mail. [email protected]. Para doações por PIX, o CNPJ é 19012519/0001-18

O endereço para entrega das doações, enquanto a sede do projeto está temporariamente fechada devido à falta de energia, é na Rua Vandekol, 101, no consultório de fisioterapia da Dra. Mônica, ao lado do Instituto.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]