Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

É VERDADE que sistema hidráulico da Coréia do Sul armazena água da chuva para limpar ruas

Uma imagem bem curiosa vem se espalhando através das redes sociais e outras diversas plataformas nas últimas semanas. A imagem retrata uma rua com um sistema que esguicha água no asfalto.

Uma imagem bem curiosa vem se espalhando através das redes sociais e outras diversas plataformas nas últimas semanas. A imagem retrata uma rua com um sistema que esguicha água no asfalto.

A legenda que acompanha a imagem diz que “na Coreia do Sul, a água da chuva é armazenada para depois limpar as ruas através de um sistema hidráulico”.

Embora antiga (de 2018), a imagem é verdadeira. Uma notícia publicada no portal de notícias sul-coreano Aju News em 2020 relata que a prefeitura de Seoul, capital da Coréia do Sul, planeja instalar 700 estradas limpas em 7 locais diferentes da cidade. Segundo a publicação, o projeto funciona a partir da coleta de água subterrânea armazenada na estação de metrô da cidade. A partir daí, o sistema hidráulico entra em ação, borrifando água na estrada, eliminando a poeira e diminuindo a temperatura do asfalto em dias quentes.

Mesmo com mais de 130 estradas inteligentes, a administração pública planejava instalar mais borrifadores nas ruas da capital, expandindo o serviço para mais áreas da cidade. A ideia faz parte de um “Serviço de Projeto Básico e Detalhado de Estradas Limpas” do ano de 2020 e o objetivo é facilitar a limpeza urbana e amenizar o calor do asfalto.

Link da notícia: https://www.ajunews.com/view/20200614113705963#PL2

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]