Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

É VERDADE que passagem de trem da Supervia sofrerá reajuste de até R$ 7,00

A notícia de que, para andar nos trens da Supervia, os passageiros terão que pagar a tarifa de R$ 7,00 pegou muitos trabalhadores que utilizam o transporte público de surpresa.

A notícia de que, para andar nos trens da Supervia, os passageiros terão que pagar a tarifa de R$ 7,00 pegou muitos trabalhadores que utilizam o transporte público de surpresa. Contudo, a informação é VERDADEIRA

De acordo com deliberação da Agetransp nº 1.223, de 29 de dezembro de 2021, foi homologado o reajuste da tarifa dos trens do Rio, a partir de 02/02/2022, para até R$7,00. Mas, a decisão ainda está sendo negociada entre a empresa e o governo do estado.

Em nota, a Supervia disse que “ao contrário de outros estados, o transporte ferroviário de passageiros no Rio de Janeiro não recebe subsídio governamental. O reajuste tarifário previsto em contrato considera custos fixos com a operação que foram fortemente impactados pela inflação, como energia, manutenção dos trens e da via férrea, aquisição de peças e equipamentos importados para reposição nos trens, entre outros. Em paralelo, vale lembrar que em 2021, também registramos o aumento de furtos e vandalismos de materiais ferroviários, o que infelizmente elevou nosso custo operacional”.

Em fevereiro de 2021, os usuários deixaram de pagar R$ 4,70 e passaram a desembolsar trinta centavos a mais para usar o transporte ferroviário. Em julho, a Supervia tentou aumentar a tarifa para R$ 5,90, mas a Agetransp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários, Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro) suspendeu o aumento.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]