É MENTIRA que vinagre espanta mosquitos da dengue

Nos quatro primeiros meses de 2022, o Brasil registrou um aumento de 113,7% de casos de dengue, em comparação ao ano anterior. E, para evitar a multiplicação do mosquito Aedes

É MENTIRA que vinagre espanta mosquitos da dengue

Nos quatro primeiros meses de 2022, o Brasil registrou um aumento de 113,7% de casos de dengue, em comparação ao ano anterior. E, para evitar a multiplicação do mosquito Aedes Aegypti, alguns cuidados podem ser adotados, como, por exemplo, manter fechados recipientes com água. No entanto, é preciso ter atenção às informações sem comprovação científica no combate ao mosquito.

Nas redes sociais está sendo espalhado um conteúdo que afirma que o vinagre de álcool ajuda a afastar o Aedes Aegypti, transmissor da dengue, Zica e Chikungunya. “Passar vinagre de álcool no pano e borrifar nas pias e ralos espata mosquito. Dengue mata! E prevenir é o melhor remédio”, diz o texto.

Sites especializados em boatos como o Boatos.org e o Fato ou Fake, do G1, já relataram que a informação se trata de MENTIRA. Órgãos relacionados à saúde e pesquisa, como a Fiocruz e Ministério da Saúde, não confirmam também a versão de que o vinagre seja eficaz como repelente.

De acordo com o Ministério da Saúde, para conter a proliferação do inseto as pessoas devem “manter os reservatórios e qualquer local que possa acumular água totalmente cobertos com telas/capas/tampas, impedindo a postura de ovos do mosquito Aedes aegypti”. Já em relação à proteção individual, somente repelentes com à base de DEET (N-N-dietilmetatoluamida), IR3535 protegem a pele contra o mosquito. Eles podem também ser aplicados sobre as roupas, mas para as crianças, abaixo dos dois anos, um médico deverá ser consultado para a indicação do melhor produto.

A transmissão de conteúdos falsos a respeito de qualquer assunto é extremamente grave. Tem muitas consequências e pode afetar a vida de alguém de diversas formas. Verifique as informações antes de compartilhar em grupos de família, amigos ou quaisquer outros.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]