Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

É FALSO que Nubank oferece bônus pix para quem responder pesquisa

Uma informação está enganando diversas pessoas através de aplicativos de mensagens instantâneas. Há uma suposta pesquisa do banco Nubank que oferece bônus pix para quem “responder” ao que é solicitado.

Uma informação está enganando diversas pessoas através de aplicativos de mensagens instantâneas. Há uma suposta pesquisa do banco Nubank que oferece bônus pix para quem “responder” ao que é solicitado.

“O Nubank está dando vários bônus PIX em sua pesquisa de satisfação sobre o App. Para ganhar, basta responder 3 perguntas sobre o App e ganhar na hora. Não é Tik Tok e nem Kwai, e nem precisa indicar ninguém! Respondeu, ganhou!”

A mensagem é FALSA! Ao entrar no site do Nubank, não há nenhuma informação sobre bônus oferecidos pela instituição. Além disso, o endereço fornecido para entrar e fazer a pesquisa já está fora do ar. 

O Nubank afirma que, em caso de dúvidas, nunca se deve clicar em algum link suspeito. “Nunca clique em links que chegam por mensagens – a não ser que você tenha absoluta certeza de que é seguro”.

Ainda de acordo com o banco digital, as pessoas devem desconfiar de mensagens que prometem dinheiro fácil. “Em caso de problemas ou dúvidas, entre sempre em contato com a sua instituição financeira”. alerta. 

No entanto, apesar dos golpes, o Pix é um procedimento seguro, se as pessoas tomarem as devidas precauções. “Vale lembrar que o Pix é seguro e conta com diversas camadas de proteção. Na realidade, o problema são os criminosos que aproveitam as facilidades desse meio para fazer mais vítimas”, conclui o Nubank.

A transmissão de conteúdos falsos a respeito de qualquer assunto é extremamente grave. Tem muitas consequências e pode afetar a vida de alguém de diversas formas. Verifique as informações antes de compartilhar em grupos de família, amigos ou quaisquer outros.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]