Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Atletas da ONG ‘Abraço Campeão’ do Complexo do Alemão vão fazer intercâmbio neste mês de novembro

Três atletas de boxe do projeto vão fazer intercâmbio para França
Foto: Natalia Menezes / Reprodução

‘Abraço Campeão’ é uma ONG que oferece aulas de boxe, karatê, jiu jitsu, muai Thay e capoeira integrados à aulas de cidadania e desenvolvimento pessoal. Ela foi criada em 2014, no Complexo do Alemão e já atendeu mais de 2.500 jovens.

Localizada na Rua Ozéas Mota, 48, a ONG oferece aulas de segunda a sexta gratuitamente, para crianças a partir de 5 anos até adultos de 29 anos.

O fundador da ONG, Alan Duarte, 35 anos, conta que teve a iniciativa de desenvolver o projeto no Complexo do Alemão depois de fazer parte de uma academia na Maré há 12 anos. “Não tinha um projeto desses no Complexo do Alemão e eu quis trazer pra cá. Comecei com 7 jovens e hoje são mais de 2.500 alunos. Através das artes marciais a vida de muitos jovens mudaram aqui dentro”, relata.

Hoje, o projeto inicia um novo ciclo com três jovens: Luis Fernando, Karen Diniz e Daniel Barcellos, que vão fazer intercâmbio na França em parceria com o Club de Boxe Les Ulis e a organização Human Heart. A viagem dos jovens será para visitar academias de boxe de Paris, o comitê olímpico francês e conhecer alguns lutadores que são referências do esporte.

Quem são esses jovens?

O lutador de boxe há 8 anos, Luís Fernando de Oliveira, 18, é morador no Alemão e disse que se sente muito feliz e grato pela oportunidade. “Sinto que todo esforço e dedicação está valendo a pena”. O jovem também disse que gostaria de ser um atleta profissional e que seu sonho é conseguir ir para olimpíadas.

Daniel Barcellos, de 18 anos, morador do Complexo do Alemão, começou no esporte praticando Kickboxing e há pouco tempo entrou pra ONG. Atualmente, ele é um boxeador. “Eu nunca imaginei que sairia do meu estado Rio de Janeiro. Agora estou a caminho de Paris. É muito gratificante! Eu só tenho que agradecer a Deus e ao Abraço Campeão por esse momento maravilhoso”. O jovem também fala sobre a importância do ‘Abraço Campeão’, “É como se fosse a minha segunda família, tenho orgulho de fazer parte desse projeto e apresentá-lo em tudo”.

A atleta Kazen Diniz, de 20 anos, também moradora do Complexo do Alemão, luta boxe há 4 anos e falou que sempre quis conhecer outro país. “Ver que o boxe está me proporcionando isso é emocionante demais e me sinto grata”. Ela completou dizendo que o ‘Abraço Campeão’ é sua segunda casa e que representa amor pelo esporte e por todas as amizades que fez ao longo dos 4 anos.

O Projeto lançou uma campanha de arrecadação de fundos que está próxima de alcançar a meta para os atletas nessa viagem. Para colaborar, é só acessar o link:  https://doa.re/SaDOth

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]