Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Voz das Comunidades distribui 20 mil chocolates em ação de PAZcoa no CPX do Alemão, Penha e Maré

Favelas do CPX do Alemão, Maré e Vidigal receberam voluntários do Voz em ação conjunta de Páscoa
(Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades)

“Vamo lá, grupo 3!!”, gritou uma voz no meio da multidão de voluntários do Voz das Comunidades. Na mesma hora, pessoas uniformizadas com uma camiseta branca corriam para dentro da garagem da Casa Voz. Dali, saiam carregando caixas com chocolates, que eram distribuídos nas vans estacionadas em frente. Organizados pela equipe de Impacto Social, a ONG Voz das Comunidades realizou a 13ª PAZcoa das Comunidades, campanha que distribuiu de chocolates nas favelas do Rio de Janeiro. A meta era 20 mil chocolates. E A META FOI BATIDA! E nesse sábado (8), foi o dia da distribuição dos chocolates para comunidades.

Equipe do grupo 3 carregando os chocolates na van (Foto: Marlon Soares / Voz das Comunidades)

Participando da ação, embarcamos no Grupo 3, que visitou 5 localidades diferentes dentro do Complexo do Alemão: Casinhas, Mineiros, Galinha, Areal e Bulufa. Outros grupos visitaram outros pontos do CPX. Mesmo com a chuva fina que caíam, as equipes foram para rua. Na região conhecida como Galinha, a equipe interrompeu o sono da criançada, chegando cedo para distribuição. E a turminha foi super receptiva. Josivânia de Jesus, de 34 anos, se surpreendeu com a visita do Voz na comunidade, com a distribuição de chocolates. “Que legal isso! É bom muito ver que voces estão levando chocolates para as crianças da favela. Elas precisam mesmo. Show de bola! Gostei!”. Josivânia é mãe de Júlio César, de 6 anos, que abriu um sorriso quando recebeu um ovo de páscoa.

Na sequencia, o Grupo 3 partiu para a região chamada de Mineiros. A van encostou e a equipe já começou a trabalhar na distribuição. As crianças que pegavam chocolates desciam radiantes chamando outros amigos para pegar chocolate. Os voluntários do Voz conseguiram andar cerca de uma quadra até estarem rodeados pelas crianças. A distribuição foi organizada. Elizabeth Diógenes, de 59 anos, estava com os netos Vinícius e Laís Emanuelle, que pegaram chocolates de Páscoa. “Essa ação está sendo maravilhosa. A gente não pode comprar porque não temos muito. Mas sempre tem o Voz das Comunidades que acaba ajudando. Deus abençoe vocês!”

Elizabeth Diógenes com a neta, cheia de graça por ter ganho sua Páscoa, Laís Emanuelle
(Foto: Marlon Soares / Voz das Comunidades)

A terceira parada foi na região denominada Galinha, um dos pontos altos do Complexo do Alemão. As informações já tinham corrido pelo WhatsApp, então a criançada já estava de olho na van. Quando ela apareceu, foi uma correria. A equipe do Grupo 3 se dividiu e enquanto alguns fizeram uma fila, outros saíram na distribuição pelas casas. A ação contemplou muitas crianças no local, que chamavam outros para pegar a sua Páscoa.

No Areal e Bulufa, a equipe teve um pouquinho mais trabalho. Como as áreas tem bastante fluxo de pessoas, foi complicado organizar a criançada para terem cuidado na distribuição. Aqui, o Grupo 3 conseguiu subir os morros, levando Páscoa em alguma lares onde crianças não conseguiam sair de casa. Essas foram as últimas ações do dia da equipe 3, levando Páscoa para meninos e meninas da comunidade. Bruna Silva de Souza, de 23 anos, é mãe da Isabela, de 7 meses, e tia da Alicia de 3 anos. Ambas receberam uma caixinha de Páscoa do Voz das Comunidades. “As crianças adoram. Agradecemos muito que tem vocês, que sempre lembram da gente aqui de dentro da favela.”

Isabela, de 7 meses, ganhou a sua Páscoa do Voz das Comunidades (Foto: Marlon Soares / Voz das Comunidades)

Já no trajeto da volta para a Casa Voz, Geisa Pires, que liderou a equipe, parabenizou o grupo pela ação. “Vocês foram excelentes. Todo ano é assim, essa loucura, mas a meta foi batida e a gente conseguiu levar chocolates para as crianças da comunidade.”

Sobre a ação, Rene Silva, fundador do Voz, explica que, embora essa seja uma ação que dê muito trabalho para ser realizada com sucesso, todo o time fica muito feliz e ansioso para fazê-la acontecer. “Não é só a distribuição de um chocolate, a gente está distribuindo esperança de um futuro melhor para essa garotada diante de tantas adversidades que a gente vive dentro das favelas”, afirma.

A campanha deste ano contou com a doação de última hora de 3 mil chocolates de Bianca Andrade. A empresária e influenciadora digital, que é cria do Complexo da Maré, viabilizou que a ação se estendesse para a localidade. Com a mudança, a equipe do Voz teve que fazer ajustes, como recrutar mais voluntários e chamar mais vans, para que a campanha pudesse alcançar ainda mais crianças.

Além da Boca Rosa, outros famosos contribuíram com a ação, como Luciano Hulk, Fábio Porchat, Teresa Cristina, Sérgio Marone, Paola Carosella, Ingrid Guimarães, André Trigueiro, Teresa Garcia, Andrea Sadi, Sandra Coutinho e Sônia Bridi.

Confira fotos da Ação de PAZcoa das Comunidades 2023:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]