Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Unidos da Vila Kennedy se destaca na Intendente com enredo “Criança Brasil: Um sonho, uma esperança”

Plateia se emociona com bate-bola no desfile da Escola do grupo de avaliação
Carro alegórico da Comissão de Frente da Unidos da Vila Kennedy / Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades
Carro alegórico da Comissão de Frente da Unidos da Vila Kennedy / Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

O carnaval da Intendente Magalhães começou na passarela popular do samba com seu público carioca esbanjando alegria. A Unidos da Vila Kennedy foi a 3° escola a desfilar, trouxe suas cores vermelho e branco para compor seu tema enredo “Criança Brasil”, a importância de todos não esquecer sua criança interior.

Com seu único título de campeã do grupo de acesso C, em 2000, a escola veio em busca de conseguir a categoria bronze/prata e o seu tão esperado grupo especial.

Bruno Barros de 28 anos, morador da Vila Kennedy, é um dos personagens, passista, vestido de criança, que estava no carro de Comissão de Frente: “Muitas pessoas perderam sua origem, a essência da infância, e trazer a importância desse enredo, a alegria de ser criança, é lindo demais”

A bateria da escola, com sua canção marcante, emocionou o público com sua energia contagiante. Seu José Carlos, de 73 anos, é um dos integrantes da bateria da VK: “Estou muitos anos no carnaval, essa festa é para trazer alegria.”

A escola também trouxe o ‘Bate-Bola’, uma tradição cultural de alguns bairros de favela do Rio de Janeiro. O público aplaudiu e festejou sua passagem.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]