Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Saiba os locais em favelas que oferecem testes rápidos para Covid-19

Nova subvariante da Ômicron aumentou o número de casos no Rio; unidades funcionam de segunda a sexta, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

A pandemia ainda não acabou. Mesmo que a vacinação tenha diminuido bastante o número de casos de Covid-19, o vírus ainda está em circulação. A nova variação do vírus denominada BQ.1 é mais transmissível e disparou o número de casos nas capitais do Brasil.

Nas comunidades, não é diferente. O número de casos aumentou bastante com a nova variação do vírus. Sendo assim, se estiver com algum sintoma, é possível realizar o teste em qualquer clínica da família, mais próxima da sua casa, centro municipal de saúde ou centro para testagem e atendimento, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Para isso, você pode visitar o site “Onde ser Atendido” (CLICANDO AQUI) e verificar o local para fazer um teste.

Veja algumas das unidades:

  • CF Rodrigo y Aguilar Roig (Estrada do Itararé – 650, Complexo do Alemão)
  • CF Zilda Arns (Estrada do Itararé – 951, Complexo do Alemão)
  • CF Felippe Cardoso ( Avenida Nossa Senhora da Penha – 42, Penha)
  • CF Jeremias Moraes da Silva (Rua Teixeira Ribeiro – S/N, Maré)
  • CMS Vila do João (R. Dezessete, s/n, Maré)
  • CMS Rodolpho Perisse (Av. Presidente Goulart -735, Vidigal)
  • CF Maria do Socorro (Estrada da Gávea, 522, Rocinha)
  • CMS Hamilton Land (Rua Edgard Werneck – 1601, Cidade de Deus)

As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h. Devem procurar os postos para testagem pessoas com sintomas como febre, calafrio, tosse, coriza, dor de garganta, dor de cabeça, alteração no olfato e/ou paladar.

As recomendações dos infectologistas da Fiocruz sobre a nova variante é uso de máscaras em locais fechados e manter o ciclo vacinal atualizado. A Prefeitura do Rio de Janeiro também tomou essa medida. Se você ainda não tem as quatro doses da vacina, procure na unidade de saúde mais próxima da sua residência.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]