Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Prefeito sanciona lei que prevê feriados durante G20, em novembro; saiba que categorias ficaram de fora

Medida visa a facilitar a logística de transporte e segurança das autoridades durante o evento
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, sancionou um projeto de lei, nesta terça-feira (14), que considera os dias 18 e 19 de novembro feriados municipais. As datas são referentes ao período em que acontecerá a Cúpula do G20, que reunirá lideranças dos 19 países membros, mais a União Africana e a União Europeia para discutir os desafios globais. 

De acordo com a prefeitura, a medida visa a facilitar a logística de transporte e segurança das autoridades durante o evento, que contará com a presença de mais de 30 chefes de estado e cerca de 15 mil visitantes internacionais.

No entanto, a lei deixa algumas categorias de fora. Entre elas, comércio de rua; bares e restaurantes; hoteis, hospedarias e pousadas; centros e galerias comerciais e shopping centers; estabelecimentos culturais como teatros, cinemas e bibliotecas; e pontos turísticos. 

Ainda, ficam de fora indústrias situadas nas Áreas de Planejamento 3, 4 e 5 (que compreende as Zonas Norte e Oeste da cidade), padarias, estabelecimentos jornalísticos e de radiodifusão sonora ou de sons e imagens, bem como empresas programadoras e de produção de televisão por assinatura. E também aqueles que adotam o trabalho remoto.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]