Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Nova central de atendimento do CADRio é inaugurada na Penha 

Central é uma das estratégias da prefeitura para minimizar filas nas unidades
Foto: Divulgação

A Prefeitura do Rio, em colaboração com a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e a Secretaria da Casa Civil, inaugurou na terça-feira (21) mais uma Central de Atendimento do CADRio. Ela está localizada na Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

“Inauguramos na Penha a oitava central do CADRio. Faltam duas centrais para serem inauguradas. Essas centrais vão acabar com as filas no Rio de Janeiro para o cidadão que precisa procurar a Prefeitura e acessar um programa social, como por exemplo o Bolsa Família, para fazer o seu cadastramento ou recadastramento. Um dia de muita alegria para toda a região, que agrega várias comunidades até a Ilha do Governador. Até dezembro, vamos inaugurar duas novas centrais”, concluiu Adilson Pires, Secretário Municipal de Assistência Social do Rio de Janeiro.

Atualmente, o serviço já está em funcionamento na Rocinha (Zona Sul), na Grande Tijuca, Madureira (Zona Norte), Santa Cruz e Bangu (Zona) Oeste), Grande Méier (NorteShopping) e Barra/Jacarepaguá e Campo Grande (Zona Oeste). Jeanine Lopes, coordenadora de Programas de Transferência de Renda, o CADRio Penha vai atender toda área de Olaria, Bonsucesso e complexos. “Vamos abrir sete mil vagas de famílias que poderão ser atendidas nesta central. Neste caso, o CADRio vai atender 86% de toda a demanda do cadastro único no território da 4ª CAS, que tem mais famílias” explicou.

O Cadastro Único é um instrumento de coleta de informações, para realizar a identificação e caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda. Podem fazer o cadastro famílias com renda mensal de até meio salário-mínimo por pessoa. O responsável familiar deve ter idade a partir de 16 anos. O responsável familiar deve ter no mínimo 16 anos.

A área de abrangência desta etapa de atendimento da Central do CADRio inclui os seguintes bairros: Bancários, Bonsucesso, Brás de Pina, Cacuia, Cidade Universitária, Cocotá, Cordovil, Complexo do Alemão, Freguesia, Galeão, Jardim América, Jardim Carioca, Jardim Guanabara, Manguinhos, Maré, Moneró, Olaria, Parada de Lucas, Penha, Penha Circular, Pitangueiras, Portuguesa, Praia da Bandeira, Ramos, Ribeira, Tauá, parte da Vila da Penha, Vigário Geral, Zumbi e parte da Pavuna.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]