Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Morro do Adeus, no CPX do Alemão, ganha arena para esportes

Espaço conta com aulas gratuitas de tênis, atletismo, jiu-jitsu e treino funcional.
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

O Espaço Arena MDA promete ser o novo ponto de encontro para os amantes de esportes no Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. Localizado na rua Ozeais Mota, o espaço é ideal para diversas atividades esportivas, contando com infraestrutura de alta qualidade.

Sob a administração de Wellington Ramos da Silva, ex-atleta do Vasco da Gama, a Arena é um espaço voltado para a comunidade praticar esportes. Wellington conta que o espaço, anteriormente, era um local abandonado pelo poder público. “Vendo aquilo e tendo a paixão pelo esporte, pelas pessoas, pelo projeto social, logo comecei a provocar os órgãos responsáveis, que foi a Secretaria de Esporte do Estado, enviando e -mail, o ofício, para que eles tomassem uma atitude, revitalizasse aquele espaço, o campo, e foi o que aconteceu”, conta o esportista.

Wellington Ramos jogou no Vasco da Gama e hoje administra o Espaço.
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Foram seis meses de obra e, hoje o espaço conta com atividades como tênis – com medidas oficiais de quadra profissional -, tênis de mesa, atletismo, jiu-jitsu, aulas de jump, zumba e treino funcional. Além disso, a novidade é a inclusão de uma quadra esportiva recém-construída, ampliando ainda mais as opções de prática esportiva.

“A importância de você ter um espaço desse dentro da favela é exatamente você potencializar as pessoas que, através do esporte, temos esse poder de transformar a vida, de ajudar pessoas, de ajudar famílias”, conta Wellington.

Para saber mais sobre os dias e horários das atividades esportivas da Arena, acesse suas redes AQUI.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]