Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Favela Mundo abre 1.100 vagas para cursos gratuitos para comunidades

Projeto social oferecerá cursos na área de musicalização e produção cultural.
(Imagem: Reprodução)

Tocar um instrumento, aprender movimentos novos de dança, se apresentar para uma platéia… Aprender algo novo nunca é demais e tudo que aprendemos, conseguimos levar adiante, seja para pessoas e para a nossa vida. Sendo uma instituição de destaque em ações de capacitam jovens para o futuro, a ONG Favela Mundo abriu mais de 1.100 vagas para cursos na área de produção cultural.

Os cursos oferecidos pela ONG são de teatro, hip-hop, jazz, danças, musicalização e violão. As aulas no dia começam em fevereiro, mas as inscrições abriram nessa segunda-feira (16). Quem pode participar são crianças e jovens, de 2 a 18 anos que deverão estar matriculadas em uma escola. Os cursos ocorrerão nas comunidades Rocinha (Zona Sul), Cidade de Deus (Zona Norte) e no Caju (Área Portuária). As aulas ocorrerão fora do turno escolar, proporcionando ao jovem uma alternativa de aprendizado. Além do mais, os cursos evitam a evasão escolar.

A ONG Favela Mundo tem 12 anos de experiência e é reconhecida pela própria ONU (Organização das Nações Unidas) como “Modelo de Inclusão Social nas Grandes Cidades”. Mais de 11 mil jovens já passaram pela entidade. Vale muito a pena participar!

Inscrições

  • Podem se inscrever crianças e jovens de 2 a 18 anos
  • As inscrições começaram no dia 16 de janeiro. As aulas começarão no dia 13 de fevereiro
  • Para inscrição, o responsável pelo candidato deverá comparecer em um dos locais de inscrição com cópia da identidade e do CPF do futuro aluno.
  • As inscrições ocorrem nos seguintes endereços:
    • Na Rocinha: Estrada da Gávea, 454 – Rocinha.
    • Na Cidade de Deus: EDI Senhora Perciliana de Alvarenga, na Rua Moisés s/ número
    • No Caju: CIEP Henfil, localizado na Rua Carlos Sedil, s/ número.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]