Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Favela.LAB abre inscrições para cursos de ativismo digital e produção audiovisual

Destinado para jovens de comunidade, curso ainda terá bolsa de R$600
Foto: Reprodução

Alô jovens de comunidades! Abriram inscrições para o Favela.LAB 2023, uma iniciativa do Observatório Internacional da Juventude. A ação é voltada para jovens ativistas da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas. O Favela.LAB vai ofertar vagas nos cursos de ativismo digital e produção audiovisual, ambos com bolsa auxílio.

As vagas são destinadas para jovens de 18 a 29 anos, residentes de comunidades da cidade do Rio de Janeiro, Niterói e Nova Friburgo. As aulas ocorrerão aos sábados, começando no dia 4 de fevereiro e encerrando no dia 1 de abril, com turnos para turmas diferentes. Quem optar pela manhã, terá aula a partir das 10h até 12h. Já quem escolher o turno da tarde, o horário será das 14h às 16h. O curso ainda contará com um suporte financeiro de R$600 para alunos bolsistas e comprometidos com as aulas do Favela.LAB.

Para se inscrever, basta acessar o formulário disponível neste link ou no Instagram do Observatório Internacional da Juventude (@oij.br). O edital, com critérios de seleção, datas e outras informações também estão disponíveis no perfil da rede social da organização.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]