Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Encontro de lideranças do CPX do Alemão com Governo Estadual debate capacitação para projetos culturais

Encontro aconteceu na segunda-feira (23), no CineCarioca Nova Brasília
(Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades)

Favela é potência! A mensagem tão viva nas comunidades do Rio de Janeiro ganhou um novo capítulo no Complexo do Alemão nesta segunda-feira (23). Lideranças do Complexo do Alemão se reuniram com Danielle Barros, secretária estadual de cultura do Rio de Janeiro.

O encontro aconteceu no CineCarioca Nova Brasília e foi organizado pelo comunicador Rene Silva. Entre os convidados, estavam a mobilizadora Camila Moradia, Ellen Serra (diretora do Projeto ViDançar) e Tia Bete, administrador do ponto cultural Oca dos Curumins.

Encontro ocorreu no CineCarioca Nova Brasília, na Fazendinha
Danielle conversou lideranças do Complexo do Alemão
(Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades)

No encontro, Danielle estimulou os convidados a participarem de editais culturais do Rio de Janeiro, incentivando-os na qualificação do processo burocrático de forma que possam captar recursos públicos para manter a continuidade de seus respectivos projetos. O próprio ViDançar é um projeto que foi contemplado por esses editais. “Quando começamos, tínhamos 150 alunos e as coisas estavam muito difíceis. Graças aos editais, hoje temos 500 alunos aqui no Rio de Janeiro, nordeste e uma lista de espera imensa”.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]