Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Reformado, CineCarioca Nova Brasília volta às atividades; saiba mais

O cinema ganhou uma reforma e uma sessão comemorativa gratuita no dia da inauguração
Foto: Marcos de Paula/ Prefeitura do Rio

Após um período de reformas, o CineCarioca Nova Brasília, localizado na Praça do Conhecimento, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, voltou com tudo! Desde 2023, o cinema vinha buscando melhorias e após reparos, foi entregue aos frequentadores uma sala com um novo sistema de ar-condicionado central, uma nova geladeira expositora, pipoqueira e poltronas restauradas.

A inauguração aconteceu no sábado, (25/05), e teve pipoca e refri de graça, além da pré-estreia do filme “Mallandro, o errado que deu certo”, de Marco Antônio de Carvalho, com presença de Sérgio Mallandro.

O CineCarioca Nova Brasília é o primeiro cinema de rua instalado em uma favela do Rio. Inaugurado em 2010, o cinema moderno possui 94 assentos que exibe sucessos nacionais e internacionais, com opções em 3D, gratuidades e preços populares. O investimento dos cofres municipais foi de R$ 250 mil. Para o segundo semestre, estão previstos mais R$ 650 mil, para a substituição do projetor por um modelo 4K.

O espaço sempre apresentou números expressivos de público. Entre 2010 e 2019, foram cerca de 700 mil frequentadores em 11.990 sessões. O CineCarioca exibe de 3 a 4 sessões diárias e possui uma sala com 94 lugares. O valor dos ingressos é de R$ 10, com benefício da meia-entrada para todos os moradores do Complexo do Alemão e adjacências, além de idosos, estudantes e pessoas com deficiência. A operação funciona com subsídios da RioFilme.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]