Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Adolescente de 17 anos morre vítima de tiro na cabeça na favela do Jacarezinho

Familiares afirmam que disparo partiu de policiais militares. Caso aconteceu nesta terça-feira (5)
Foto: Reprodução

Yago de Farias, de 17 anos, perdeu a vida após ser atingido por um tiro na cabeça, nesta terça-feira (5), na favela do Jacarezinho, Zona Norte do Rio. A morte do menino ocorreu na região conhecida como Pontilhão. Yago se deslocava da casa da madrinha para a da mãe quando foi atingido. Familiares do adolescente alegam que o disparo partiu de policiais militares presentes na comunidade.

A família afirma que, no momento da tragédia, não havia tiroteio na região, e acusam os policiais de não prestarem socorro. A avó de Yago, Lígia Lima, desabafou, afirmando que a família está sofrendo pela partida do jovem de forma cruel. A Polícia Militar, por sua vez, contesta a versão, alegando não ter sido acionada e não confirmando se houve operação no local no momento da morte de Yago.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

Veja também

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]